Press Releases

Telecel Vodafone cria Fundação

Quinta-feira, 19 de Abril de 2001

No dia 16 de Abril, foi assinada a escritura de constituição da Fundação Telecel Vodafone para o Desenvolvimento da Sociedade de Informação. Esta instituição, com uma dotação inicial de um milhão de contos, resulta dos compromissos assumidos pela Telecel Vodafone quando da obtenção da sua licença para operar uma rede UMTS. Será presidida pelo Dr. António Carrapatoso, Presidente da Telecel Vodafone, e terá como Presidente da sua Comissão Executiva o Professor João Borges de Assunção.

A nova Fundação terá como objectivos principais, designadamente, a promoção da investigação científica e tecnológica que contribua para o desenvolvimento da Sociedade da Informação, a promoção da formação e da qualificação profissional no sector das telecomunicações e tecnologias de informação, o desenvolvimento de projectos especiais de integração social, a promoção do desenvolvimento de conteúdos e de iniciativas que promovam a língua e cultura portuguesas na Internet e o apoio à criação e desenvolvimento de empresas portuguesas, no sector da informática ou das telecomunicações. No âmbito da proposta UMTS, a Telecel Vodafone apresentou projectos nestas áreas, cujo montante envolvido se prevê que venha a ascender a 25 milhões de contos.

Para a prossecução dos seus objectivos, a Fundação Telecel Vodafone irá realizar acordos com universidades e empresas, apoiar teses de mestrado, doutoramento e projectos de fim de curso, ou conceder estágios a estudantes finalistas em licenciaturas de telecomunicações ou informática, bem como bolsas de pós-graduação sobre temas relevantes para o desenvolvimento da Sociedade da Informação. Contribuirá para equipar os laboratórios ou outras instalações de trabalho em universidades e participará na publicação de livros e manuais técnicos, que contribuam para a criação das competências necessárias nas novas tecnologias e para a difusão de conhecimentos relevantes.

Um dos aspectos importantes da acção da Fundação, relaciona-se com o incentivo à investigação e desenvolvimento de equipamentos e serviços, relacionados com a rede UMTS e adaptados a cidadãos com necessidades especiais. A Fundação pretenderá criar programas de apoio a serviços de atendimento telefónico de instituições de solidariedade social e desenvolverá sistemas de descontos nos tarifários e equipamentos UMTS para os portugueses abrangidos pelo Rendimento Mínimo Garantido. A acção da Fundação incluirá a criação de portais na Internet, acessíveis por computador ou por telefone móvel e outros produtos e serviços que permitam novas formas de interacção entre o cidadão e o Estado, ao nível da Administração Central e Local, assim como nas áreas dos serviços públicos, serviços de saúde, segurança e ambiente.

Contactos

Para esclarecimentos adicionais, por favor consulte a Direcção de Marca e Comunicação da Vodafone Portugal, através do formulário de contactos institucionais