Press Releases

Renovação do Programa Praia Saudável

Quinta-feira, 13 de Março de 2008

Lisboa, 13 de Março de 2008 – É hoje reconduzido no Centro de Interpretação Ambiental da Ponta do Sal, em São Pedro do Estoril, o Programa Praia Saudável que resulta de um Protocolo de Cooperação estabelecido entre a Fundação Vodafone Portugal, a Marinha, o Instituto da Água, o Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade, o Instituto Nacional para a Reabilitação e a Associação Bandeira Azul da Europa.

O Programa Praia Saudável foi iniciado em 2005 e abrange 125 zonas balneares de Portugal Continental e Regiões Autónomas discriminadas em anexo.

A renovação deste programa, que tem como objectivo contribuir para o aumento da segurança e qualidade do ambiente nas praias, assim como das acessibilidades para pessoas com mobilidade condicionada, assenta num balanço extremamente positivo dos anos transactos.

Na vertente Segurança foram disponibilizados importantes equipamentos, tais como motos de salvamento marítimo, macas flutuantes ou torres de vigia, entre outros. Foi, também, criada uma rede de comunicações móveis simplificada e acessível ao público, fornecidos telefones móveis aos nadadores-salvadores e um número telefónico a cada posto de praia abrangido pelo programa. A implementação de uma VPN (Virtual Private Network) veio facilitar a comunicação entre os postos de praia, Capitanias de Porto, Instituto de Socorros a Náufragos, Bombeiros Municipais e Locais, números de emergência nacionais e outros, identificados como relevantes no suporte a situações de emergência. Por outro lado, o SOS Praias, um sistema de alerta e apoio ao salvamento desenhado especialmente para zonas balneares não vigiadas que entrou em funcionamento em 2007, continuará a ser alargado a novas praias.

Na vertente Acessibilidade, o principal objectivo passa pela melhoria das condições de movimentação de pessoas com mobilidade condicionada nas zonas balneares através, designadamente, da instalação nas praias de passadeiras especiais ou da disponibilização de cadeiras de rodas anfíbias – os chamados ‘tiralós’.

No plano da Gestão Ambiental, visa-se a protecção das zonas balneares, não só através da participação no Programa Nacional de Vigilância promovido pela Associação Bandeira Azul da Europa, como também pela doação de equipamentos que contribuam para a minimização dos impactos ambientais negativos.

Igualmente importante é a Sensibilização, para a qual se contribui de forma significativa através da melhoria dos níveis de informação disponibilizada aos frequentadores das zonas balneares, para as questões relacionadas com a segurança, acessibilidade e qualidade ambiental.

Desde 2006 foram realizadas 82 acções de sensibilização, no âmbito do Programa Verão de Campeão, sobre diversas temáticas relacionadas com a segurança, ambiente e saúde, em que participaram 50.000 crianças.

A Fundação Vodafone Portugal aplicou na execução do Programa Praia Saudável, desde o seu início em 2005, verbas na ordem dos dois milhões de euros. Prevê-se que este valor atinja cinco milhões e setecentos mil euros no final de 2010.

Zonas Balneares cobertas pelo Programa Praia Saudável:




Contactos

Para esclarecimentos adicionais, por favor consulte a Direcção de Marca e Comunicação da Vodafone Portugal, através do formulário de contactos institucionais