Press Releases

Receitas de serviços da Vodafone Portugal aumentam 4,6% no 1º semestre de 2008

Terça-feira, 11 de Novembro de 2008

Lisboa, 11 de Novembro de 2008 – As receitas de serviços da Vodafone Portugal ascenderam a 698 milhões de euros no primeiro semestre (Abril a Setembro) de 2008, um aumento de 4,6% face ao ano anterior. As receitas totais atingiram 763 milhões de euros, um aumento de 3,2% em relação ao período homólogo.

No mesmo período, o cash-flow operacional (EBITDA) e o resultado operacional da Vodafone Portugal registaram crescimentos significativos, de 7,1% e 10,8% respectivamente, face ao ano anterior, totalizando 294 e 199 milhões de euros no primeiro semestre (Abril a Setembro) de 2008.

A Vodafone Portugal conquistou 339 mil novos Clientes nos primeiros nove meses (Janeiro a Setembro) de 2008, dos quais 183 mil foram angariados no último trimestre (Julho a Setembro). Em 30 de Setembro de 2008, a Vodafone Portugal possuía uma base de 5,450 milhões Clientes registados, um crescimento de 9,9% no último ano.

Refira-se que o Grupo Vodafone anunciou hoje o alargamento da sua base mundial para cerca de 280 milhões de Clientes (proporcionais), tendo alcançado uma facturação total e um resultado operacional ajustado de 19,9 e 5,8 mil milhões de libras esterlinas (cerca de 25,1 e 7,3 mil milhões de euros), respectivamente, no semestre findo em 30 de Setembro de 2008. O Grupo Vodafone está presente em 67 países, incluindo 27 participações e 40 redes parceiras, apresentando actualmente uma capitalização bolsista de cerca de 75,5 mil milhões de euros.

Mantendo os sólidos factores de diferenciação que lhe têm permitido liderar os serviços móveis de dados e Internet em Portugal, a Vodafone está apostada em tornar-se um operador cada vez mais global de comunicações, oferecendo as melhores soluções de comunicação aos seus Clientes, quer sejam de natureza móvel, fixa ou convergente.

Contactos

Para esclarecimentos adicionais, por favor consulte a Direcção de Marca e Comunicação da Vodafone Portugal, através do formulário de contactos institucionais