Press Releases

Gerir a Diabetes através do telemóvel

Quinta-feira, 18 de Abril de 2013
APDP e Fundação Vodafone Portugal inovam com Sistema de Monitorização Remota de Pessoas com Diabetes

Lisboa, 18 de Abril de 2013 – Foi hoje apresentado, na Escola da Diabetes Ernesto Roma, em Lisboa, o Sistema de Monitorização Remota de Pessoas com Diabetes. Este sistema inovador foi desenvolvido pela Fundação Vodafone Portugal em parceria com a Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal (APDP) e permite às pessoas com Diabetes e aos profissionais de saúde gerir a Diabetes à distância, aumentando a qualidade do acompanhamento da doença.

A solução, desenvolvida de raiz pela Fundação Vodafone Portugal, está integrada no sistema informático da APDP e permite uma interacção contínua e mais eficiente entre os utentes e os profissionais de saúde da APDP, designadamente nos registos de doses de insulina e de medições de glicemia, permitindo ao utente efectuar o registo dos valores medidos através de uma chamada de voz, SMS ou e-mail.

Com a implementação do Sistema de Monitorização Remota de Pessoas com Diabetes, o utente ganha o acesso a uma plataforma que reúne os seus dados pessoais e pode contactar, de forma rápida e sem a necessidade de deslocação à APDP, o médico e/ou um grupo de enfermeiros, que já têm à sua disposição o historial do registo de doses de insulina e de medições de glicemia do utente.

Por outro lado, o corpo clínico terá capacidade para monitorizar, a partir de qualquer local, através da Internet e de modo contínuo, os parâmetros fornecidos pelo utente, assim como consultar o histórico das terapêuticas aplicadas. Deste modo, o sistema contribui para a disponibilidade sistematizada e integrada da informação sobre cada pessoa com Diabetes, aumentando a qualidade dos conselhos e esclarecimentos prestados aos utentes da APDP.

Entre todas estas funcionalidades, o sistema permite, ainda, definir notificações e alarmes para utentes, médicos e enfermeiros via SMS ou e-mail que chamarão a atenção para qualquer situação anormal e que necessite de uma intervenção imediata.

A implementação do Sistema de Monitorização Remota de Pessoas com Diabetes é agora estendida a toda a base de utentes da APDP, depois do sucesso alcançado durante o último ano na fase de testes com o grupo de portadores de bombas de insulina.

Sobre a Diabetes

É uma doença crónica em larga expansão em todo o mundo. Segundo os números da Federação Internacional da Diabetes – IDF, a Diabetes atinge mais de 371 milhões de pessoas em todo o mundo, correspondendo a 8,3% da população mundial e continua a aumentar em todos os países. Em mais de 50% destas pessoas a Diabetes não foi ainda diagnosticada, prosseguindo a sua evolução silenciosa. A Diabetes é uma doença crónica que tem graves implicações a nível cardiovascular e é a principal causa de insuficiência renal, de amputações e de cegueira. Esta doença é já a quarta principal causa de morte na maior parte dos países desenvolvidos e, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a cada 10 segundos morre uma pessoa vítima da doença. Ainda segundo dados fornecidos pela Organização Mundial de Saúde, esta patologia pode conduzir a uma redução da esperança média de vida, pela primeira vez em 200 anos. Em 2012 a Diabetes matou 4,8 milhões de pessoas, metade das quais tinham menos de 60 anos. Estima-se que em 2030 o número de pessoas com Diabetes no mundo atinja os 552 milhões, o que representa um aumento de 49% da população atingida pela doença.

Diabetes em Portugal

Portugal posiciona-se entre os países Europeus que registam uma das mais elevadas taxas de prevalência da Diabetes. De acordo com o Observatório Nacional da Diabetes, em dez anos o número de novos casos aumentou: em 2000 foram 377 por cada 100 mil indivíduos e em 2011 registaram-se 652 novos casos. Os valores são preocupantes quando verificamos que nos últimos 10 anos o aumento da incidência da Diabetes é de 80%. A prevalência da doença em 2011 foi de 12,7% da população com idades entre os 19 e os 79 anos, correspondendo a um total de cerca de 1 milhão de pessoas.

Sobre a APDP

Fundada em 1926, a APDP é a associação de doentes mais antiga do mundo. Com cerca de 50 mil diabéticos inscritos, desenvolve a sua actividade na luta contra a Diabetes e no apoio à pessoa com a doença, tendo sempre como meta a integração das pessoas com Diabetes na sociedade, enquanto elementos activos. A APDP tem sido pioneira na prevenção e educação dos diabéticos. Conhecer melhor a doença e explorar novas formas de tratamento, são os principais objectivos, a par da criação de estruturas capazes de dar resposta aos diversos problemas que envolvem a Diabetes.

Sobre a Fundação Vodafone Portugal

Criada em Abril de 2001, a Fundação Vodafone Portugal é uma entidade sem fins lucrativos, com fundos próprios, constituída com o objectivo de contribuir para o desenvolvimento da Sociedade de Informação, combater a info-exclusão e disseminar as tecnologias de telecomunicações móveis. Ao longo dos seus 12 anos de actividade, a Fundação apoiou mais de 60 projectos em áreas como a Saúde, Educação, Segurança, Sociedade da Informação e Ambiente, tendo como áreas de preocupação adicionais a Agricultura e os Recursos do Mar, operando como um instrumento fundamental na estratégia de Responsabilidade Social da Vodafone Portugal. Mais do que garantir um simples contributo financeiro, o apoio da Fundação Vodafone Portugal  aos projectos passa pelo acompanhamento a nível de planeamento, concretização e divulgação, garantindo a sua eficácia e o seu sucesso, sempre em articulação com entidades de reconhecido destaque na Sociedade Civil, organizações não-governamentais e organismos públicos.

 

Contactos

Para esclarecimentos adicionais, por favor consulte a Direcção de Marca e Comunicação da Vodafone Portugal, através do formulário de contactos institucionais