Press Releases

Novas confirmações Vodafone Mexefest: Elza Soares, Howe Gelb e Bruno Pernadas

Quinta-feira, 29 de Setembro de 2016
O Festival que mexe com a cidade faz-se da magia da descoberta. Do novo, mas também de personalidades artísticas icónicas em momentos únicos e oportunidades imperdíveis.

As confirmações de hoje para o cartaz do Vodafone Mexefest são exemplo exatamente disso: a lendária Elza Soares, um dos melhores escritores de canções da atualidade, Howe Gelb, e o guitarrista português Bruno Pernadas.

Elza Soares, uma personalidade artística única, icónica e incomparável. Aos 79 anos editou o seu primeiro disco de inéditos, “A Mulher do Fim do Mundo”, mas a sua carreira tem uma história de mais de seis décadas. Irreverente, revolucionária, marcou o seu trajeto musical apoiando sempre causas de forma acérrima, como os direitos das mulheres, dos homossexuais, dos negros, entre outras. Ao samba juntou o funk e outros géneros que, no último disco, a descrevem como uma personalidade genial e lendária, continuando a surpreender na música cantada em português. O disco “A Mulher do Fim do Mundo” foi considerado como um dos melhores de 2015 por muitas publicações da especialidade.

De Tucson, Arizona, um dos mais reconhecidos e importantes nomes dos géneros Americana ou Alt-Country: Howe Gelb. A sua carreira tem uma história de mais de três décadas, inúmeras edições e é feita em nome próprio, mas igualmente com projetos que criou, de onde se destacam os Giant Sand e Op8. Como nota da importância dos Giant Sand, sublinhar que por lá, de forma flutuante, passaram nomes como John Convertino e Joey Burns (Calexico) e músicos convidados como Victoria Williams, Neko Case, Juliana Hatfield, PJ Harvey, Vic Chesnutt, M. Ward, Isobel Campbell, entre outros. Multi-instrumentista e compositor de excelência, Howe Gelb é um dos melhores escritores de canções norte americanos da atualidade.

Bruno Pernadas, guitarrista lisboeta que trabalha a música de uma forma tão académica quanto desatada, estudou Jazz, técnicas de composição e outros conteúdos. Por isso, o lado técnico e, diríamos, científico da sua obra, tem uma marca estruturada e muito precisa. No entanto, quando o ouvimos ao estrear-se em 2014 com “How Can We Be Joyful in a World Full of Knowledge”, percebemos que em Pernadas há a capacidade de dar soltura às notas, arrumando-as ainda assim com organização preocupada – só ele sabe desta harmonia. Este ano editou dois discos: “Those Who Throw Objects at the Crocodiles will be Asked to Retrieve Them” e “Worst Summer Ever”. O registo “Worst Summer Ever” é todo jazz, “Those Who Throw Objects at the Crocodiles will be Asked to Retrieve Them” afirma-se como uma construção genial a ressoar várias sonoridades, soul, jazz, lounge oriental, krautrock, pop, entre outras.

O bilhete único válido para os dois dias do Festival encontra-se já à venda nos locais habituais pelo valor de 40€ até 30 de setembro, passando para 45€ a partir do dia 1 de outubro e 50€ nos dias do Festival. Os bilhetes também estão à venda na App Vodafone Mexefest, com os clientes Vodafone a beneficiarem de um desconto de 5€.

Já confirmados:

Baio, Bruno Pernadas, Charles Bradley & His Extraordinaires, Céu, Elza Soares, Howe Gelb, Kevin Morby,  Mallu Magalhães, Sunflower Bean, Talib Kweli,  Diamond D & Large Professor, The Invisible, NAO, La Dame Blanche, TaxiWars, Gallant, Digable Planets, Mike El Nite

Contactos

Para esclarecimentos adicionais, por favor consulte a Direcção de Marca e Comunicação da Vodafone Portugal, através do formulário de contactos institucionais