Press Releases

Vodafone leva Internet of Things para os Açores e fomenta a criação da primeira “Smart Island”

Quinta-feira, 16 de Fevereiro de 2017
Ilha de São Miguel recebe roadshow Vodafone IoT.

 

  • Apresentação de conjunto alargado de dez soluções IoT disponível para os setores público e privado
  • Moocall, solução que monitoriza a gestação do gado bovino, é uma das novidades apresentadas no arquipélago
  • Barómetro Vodafone revela que quase 65% das empresas obtiveram significativos retornos do seu investimento em IoT

A Vodafone Portugal iniciou, no último trimestre de 2016, um roadshow pelo País para dar a conhecer o seu vasto portefólio de soluções Internet of Things (IoT) a responsáveis do setor público.

A sessão de hoje, dia 16 de fevereiro, realiza-se no Parque de Ciência e Tecnologia de São Miguel (Nonagon). A escolha da Região Autónoma dos Açores (RAA) reveste-se de particular importância, porque demonstra como as tecnologias de ponta permitem acelerar o desenvolvimento do País a uma só velocidade, reduzindo eventuais efeitos de insularidade e/ou de interioridade, e promover um mercado único local coeso.

Numa altura em que a Internet das Coisas é identificada como a maior e mais disruptiva transformação potenciada pela Internet e um dos pilares da 4ª revolução industrial – a digital – a Vodafone aposta na demonstração de soluções inteligentes nos Açores, criando as condições para a Região se poder transformar numa primeira “Smart Island”.

Nos Açores, a Vodafone apresenta um conjunto alargado de dez soluções IoT: Moocall; Vodafone Smart Buildings; Vodafone Smart Lights; Vodafone Lights On, Lights Off; Vodafone Smart Waste; Vodafone Smart Water; Vodafone Smart Counting; Gestão de Frotas; Vodafone Ready Check Go; e Prodsmart.

Estas soluções permitirão às organizações públicas e privadas açorianas otimizar a gestão de recursos, obter um maior controlo de custos, reduzir consumos, criar práticas empresariais e operacionais mais eficientes e desenvolver novos modelos de negócio que irão redesenhar a cadeia de valor, com claros benefícios para os cidadãos e para o crescimento económico do arquipélago.

A Vodafone está empenhada em participar ativamente na criação de uma ‘Smart Island’, quer através da entrega de soluções IoT, desenhadas e adaptadas à medida das especificidades dos setores público e privado, quer através da disponibilização da sua rede e das plataformas de gestão, desenvolvidas especialmente para a comunicação entre ‘things’ e mundialmente reconhecidas pela indústria”, afirma João Mendes Dias, responsável pela área empresarial da Vodafone Portugal.

A aposta consistente da Vodafone na tecnologia e inovação posiciona a Empresa como player privilegiado na construção das cidades e empresas do futuro – mais inteligentes e sustentáveis. O vasto portefólio de soluções IoT utiliza a tecnologia Machine-to-Machine (M2M), na qual a Vodafone é líder mundial. Em 2016, foi classificada como a empresa melhor posicionada, a nível global, para responder aos desafios do IoT, pela sua “abrangência de visão” e “capacidade de execução” no Gartner’s Magic Quadrant pelo quarto ano consecutivo. Num mercado altamente competitivo, foi igualmente reconhecida nos últimos cinco anos como “líder global consistente” em serviços IoT no estudo da Machina Research.

Em Portugal, a Vodafone tem um Centro de Competências de Internet of Things, com uma equipa especializada e dedicada a trabalhar diariamente no desenvolvimento de soluções para o Grupo Vodafone. Além de uma alargada rede de parceiros, tem ainda uma Equipa de suporte aos seus Clientes, disponível 24 horas por dia e sete dias por semana.

Moocall, uma novidade à medida dos Açores

Para os Açores, a Vodafone leva algumas das soluções mais destacadas e de maior sucesso a nível mundial e apresenta uma novidade que promete surpreender os produtores agrícolas na Região:

Moocall: Solução que monitoriza o período de gestação das vacas, permitindo prever com elevado grau de precisão o momento em que os animais darão à luz, permitindo salvar a vida de bezerros e melhorar a rentabilidade das pastagens.

Esta solução materializa-se na utilização de um sensor não-invasivo colocado na cauda da vaca. Este dispositivo recolhe, em tempo real, informação sobre os movimentos da cauda do animal desencadeados por contrações durante o trabalho de parto. Quando esses movimentos atingem um determinado nível de intensidade, cerca de uma hora antes do parto, é enviado um alerta diretamente para o telemóvel do produtor.

A solução surgiu da iniciativa de um agricultor irlândes que, em 2010, perdeu dois animais devido a um parto difícil. Durante vários meses, Niall Austin trabalhou, juntamente com os outros fundadores da Moocall, no desenvolvimento de uma solução que permitisse acompanhar e interpretar os padrões de movimento da cauda da vaca para conseguir prever o início do parto.

Para assegurar a conectividade do dispositivo, garantindo a transmissão de dados em tempo real, a Vodafone trabalhou em estreita colaboração com os fundadores da Moocall para disponibilizar uma solução fiável e exportável para qualquer zona do mundo.

Nesta sessão do roadshow, a Vodafone apresenta ainda muitas outras soluções que permitirão transformar o arquipélago numa “Smart Island”:

Vodafone Smart Buildings: Gestão centralizada de edifícios, através de sensores de monitorização de energia, temperatura, pressão, humidade e presença humana, entre outros.

Vodafone Smart Lights: Monitorização em tempo-real de energia e circuitos elétricos, bem como gestão da eficiência energética.

Vodafone Lights On, Lights Off: Solução que permite monitorizar, controlar e otimizar a iluminação pública, através do acesso a uma plataforma que supervisiona os consumos energéticos em tempo real; define calendários; faz a gestão de cada luminária individualmente ou em grupos de equipamentos; e regula os fluxos de intensidade de luz durante a noite, sem perder performance ou conforto, consoante as necessidades do município.

Vodafone Smart Waste:  Controlo remoto e em tempo real dos resíduos urbanos, otimizando as rotas de recolha e recursos, através de sensores ultra-sons, infravermelhos e de temperatura.

Vodafone Smart Water: Administração remota e em tempo-real de sistemas de rega e de abastecimento de água, através de sensores de temperatura, pressão e fins de curso, entre outros.

Vodafone Smart Counting: Solução dedicada à contagem de pessoas nas mais diversas situações.

Gestão de Frotas: Gestão remota e em tempo-real de todas as componentes do parqueamento automóvel, desde a procura de lugar à fiscalização das infrações.

Vodafone Ready Check Go: Solução tecnológica que transforma o tablet numa ferramenta de trabalho, permitindo recolher informação em tempo real, com disponibilidade imediata para análise e tomadas de decisão.

Prodsmart: Gestão e monitorização em tempo real de linhas de produção e manufatura.

“O nosso grande objetivo é continuar a desenvolver soluções IoT que permitam otimizar os recursos disponíveis, contribuindo assim para a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos. A Vodafone está a intensificar a sua atuação nesta área, numa dinâmica de colaboração que junta  Autarquias, Universidades, enquanto pólos de investigação e de inovação, Indústria e, também, o Cidadão para quem são dirigidos estes esforços e cujo feedback nos ajuda a orientar o foco para as necessidades mais urgentes e de maior valor”, acrescenta Mário Peres, IoT Development Manager do Grupo Vodafane.

Recorde-se que um estudo desenvolvido em 2016 pelo Grupo Vodafone, em 17 países a 1.100 quadros superiores do setor público e de empresas privadas, revela que o IoT já faz parte do quotidiano de muitas empresas.

Mais de três quartos dos inquiridos acreditam que a Internet das Coisas será essencial para o sucesso das suas empresas no futuro, enquanto metade das companhias de tecnologias de consumo pretende lançar novos produtos e serviços IoT nos próximos dois anos.

O mesmo Barómetro apresenta ainda o feedback de Empresas que já aderiram à Internet das Coisas: 89% das companhias aumentaram os budgets alocados a IoT nos últimos 12 meses e quase 65% obtiveram significativos retornos do seu investimento.

Saiba mais sobre o estudo aqui.

Contactos

Para esclarecimentos adicionais, por favor consulte a Direcção de Marca e Comunicação da Vodafone Portugal, através do formulário de contactos institucionais